Documento sem título

Tratamentos

> Estimulação elétrica

> Fototerapia / laser terapêutico

> Ultra-som Terapêutico

> Alongamentos

> Iontoforese

> Liberação mio-fascial

> Acupuntura

> Florais de Bach

> Infrassom

> PST (Pulsed Signal Therapy)


> Quiropraxia

Iontoforese

Também chamada de transferência iônica, usa a corrente elétrica para levar medicação solúvel em água para os tecidos. Íons ou iontos são átomos que possuem cargas positivas ou negativas. Phoresis significa ser carregado. Uma corrente elétrica fornece a força eletromotora para mover a partícula ionizada através da barreira da pele e tecidos profundos. A porta de entrada são os poros, as glândulas sudoríparas e os folículos pilóricos. Além disso, a resistência da pele vai diminuir pela influência da eletricidade.

O processo da iontoforese se baseia no movimento dos íons. Pólos iguais se repelem e pólos diferentes se atraem. Os íons, sendo partículas que possuem carga positiva ou negativa, são repelidos para dentro dos tecidos por uma carga idêntica presente no eletrodo. A corrente elétrica usada é bem baixa, abaixo da percepção sensorial. Outro fator importante é o peso molecular do íon. Elementos de baixo peso molecular (menos que 800 daltons) migram muito mais rápido e facilmente. Ex: lidocaina, gentamicina, dexametasona, fenilbutazona e funixin meglumine.

Tipo de corrente usada: continua direta (assegura a transferência máxima de íons).

Vantagens: não evasiva e indolor, elimina o risco de infecções e danos presentes no uso de agulhas (infiltrações). Mínimas quantidades da medicação atingem a circulação minimizando os efeitos colaterais.


Indicações:

• Artrites;
• Tendinites;
• Flebites;
• Exostoses.

 
Documento sem título

Sociedade Brasileira de Terapia Equina 2011 | Todos os direitos reservados
Telefone: 55 11 9931-6116 | E-mail contato@sbte.com.br


Site desenvolvido pela Jota Design

 

Acompanhe as novidades
da SBTE no Facebook