Documento sem título

Tratamentos

> Estimulação elétrica

> Fototerapia / laser terapêutico

> Ultra-som Terapêutico

> Alongamentos

> Iontoforese

> Liberação mio-fascial

> Acupuntura

> Florais de Bach

> Infrassom

> PST (Pulsed Signal Therapy)


> Quiropraxia

Estimulação Elétrica

É usada para reduzir a dor e promover a recuperação de injúrias. Eletrodos colocados na pele transmitem uma estimulação de baixa voltagem para a enervação local, bloqueando a transmissão dos sinais de dor e a endorfina é liberada. Esta terapia é não evasiva, não possui efeitos colaterais e pode ser utilizada no tratamento de dores agudas ou crônicas.

A estimulação elétrica tem sido usada para estimular a recuperação tanto de tecidos ósseos quanto de tecidos moles. Desde a década de 40 é sabido que os ossos emitem potenciais elétricos quando estressados. Nos anos 50, correntes elétricas nos tecidos moles foram reconhecidas. Estas descobertas tornaram possível o uso destas correntes para estimular a reparação tecidual. O uso da estimulação elétrica para aumentar a função muscular data-se também dos anos 50 (invenção do marca-passo).

Os cavalos toleram muito bem esta terapia; aliás, é comum dormirem durante o tratamento. A liberação de endorfina ocorre em poucos minutos. O tratamento não requer níveis altos de corrente, aliás, níveis altos são contra-producentes.

Metas da estimulação elétrica: reduzir a dor e o desconforto ocasionados pela lesão ou cirurgia (ação anestésica e não analgésica), aumentar a circulação sanguinea removendo os componentes do processo inflamatório, ajudar a manter as fibras musculares móveis pelo ritmo das contrações (menos de 10 pps). Alongamentos após o uso da eletro-estimulação previnem o encurtamento das fibras musculares.

Indicações: alívio da dor, lombalgias, dores musculares, redução de edemas, aumento da força muscular, danos em enervações, teste de condução nervosa, osteoartrites, cicatrizações de feridas, reparação tendínea (realinhamento das fibras tendíneas lesadas), aumento da circulação no interior do casco (laminite, navicular, hematomas, abscessos), relaxamento muscular.

 
Documento sem título

Sociedade Brasileira de Terapia Equina 2011 | Todos os direitos reservados
Telefone: 55 11 9931-6116 | E-mail contato@sbte.com.br


Site desenvolvido pela Jota Design

 

Acompanhe as novidades
da SBTE no Facebook